Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Mangás’ Category

Caverna do Jedi 3

Salve Pessoal,

Como ontem teve o posto do Yoh falando sobre o Novo Filme Live Action do Kenshin, deixei a Caverna do Jedi pra hoje. Enjoy!

Tés!

Principais Lançamentos desde ontem online:

Katekyo Hitman Reborn! 306

Bleach 420

Naruto 510

Fairy Tail 200

Lançamentos de leitura online de hoje:

Love like Crazy Chapter 8
Teen Spirit Chapter 6
Shitsurakuen Chapter 15
Tower of God Chapter 11
Until Death Do Us Part Chapter 108
Cyber Blue Chapter 23
Love In The Mask Chapter 62
Mahou Sensei Negima! Chapter 302
Lost+Brain Chapter 27
Seirei Produce Chapter 5
Waga Na wa Umishi Chapter 75
Anúncios

Read Full Post »

Saiu em agosto, mas entra nessa lista porque é legal!

E ae pessoal! Long time no see.

Tava acompanhando uns sites que acesso e achei que seria legal passar aqui pra vocês o resumão do que eu vi que saiu hoje, e a medida que eu for vendo o que mais está saindo aviso por aqui. Se vocês quiserem acompanhar mais alguma leitura postem nos comentários que quando soubermos do release passamos por aqui pra vocês.

A lista de hoje:

Mangás pra visualização online pelo Manga Reader (em inglês):

Chaosic Rune ES Cap. 8
Last Inning Cap. 45
All Rounder Meguru Cap. 29
MiXiM Cap. 110
Sakigake Otokojuku Cap. 250
Sket Dance Cap. 116
City Hunter Cap. 54
Love In The Mask Cap. 61

Mangás pra download por diferentes grupos (em português):

Psyren Cap. 133
Psyren Cap. 132

Sekirei Cap. 65.5
Sekirei Cap.56.5

Doraemon Cap.15-16 Vol.01
Youhei Pierre Cap.02 Vol.01

E digno de nota, coloco a minha lista pessoal de acompanhamentos:

Ouran Cap. 82

Vinland Saga Cap. 66

7 Seeds Cap. 51

Então é isso, não esperem essa coluna todo o dia, (se meu chefe me pega escrevendo isso no trabalho…) mas se vocês quiserem algum manga ou anime específico, avisem nos comentários e vou postando por aqui.

Vocês também podem procurar em sites como Anime Blade ou em outros que hospedem leitura online. Indiquem seus preferidos. Comemtem tanto aqui quanto lá, é bom e faz crescer fortinho.

Amanhã tem Caverna do Jedi 3 e o release de Bleach e Naruto.

Tés!

UPDATE!

Já tá disponível Fairy Tail Cap. 200! Um pouco mais cedo essa semana. Estamos de olho pros outros carros chefe. Mas provavelmente apenas amanhã mesmo.

Tés!

Read Full Post »

O post de hoje é o início de uma série em que vou tentar identificar e falar um pouco de alguns ícones da cultura otaku.

<Parafrazeando o Goku> E o primeiro ícone serááá´:

A FANTASIA DE COELHINHA!

  • Colant
  • orelhas e rabo falsos de coelho
  • gravatinha borboleta
  • abotoaduras
  • meia-calça
  • salto alto

Se você pensou nas Coelhinhas da Playboy, não se martirize achando que é um pervertido. Você, de fato, pode ser um pervertido, mas  que  manja de “Cultura Pop” XP

Mas se você é um otaku, essa descrição vai lhe remeter a inúmeras personagens de anime, mangá e games, vestidas dessa maneira ou  com variações. Entre tantos símbolos, o traje de coelhinha é um dos mais referenciados  nessas mídias e por isso, considerado um Ícone Otaku.

E como essa fantasia, que é marca registrada da Playboy  foi parar no nosso mundinho?

Uma  looonga história… Levaria muitos  e muitos outros posts pra  dizer que no início  dos anos 80 um  grupo de jovens, otakus, estudantes  da Faculdade de Artes da Universidade de Osaka  produziu dois curtas de animação para as aberturas da 20ª e 22ª edições da JAPAN  S.F. CONVENTION, ocorridas na cidade: Daicon III (1981) e Daicon IV (1983).

Daí eu teria que me prolongar pra dizer que esse mesmo grupo fundou a GAINAX, a quem devemos Neon Genesis Evangelion, FLCL, Karekano, entre outros.

O_o  Opa, não é que consegui resumir?

Mas sim, e daí? Daí que eu partilho da idéia de que  foi nesses curtas, específicamente em Daicon IV que a tal garota-de-fantasia-de-coelhinha entrou  para o mundo otaku.

Daicon VI é a continuação do curta anterior e traz, no início, cenas da animação original, como prólogo. Resumindo, a garotinha de Daicon III, que parte na Nave em forma de rabanete branco* retorna já crescida(e parecida com a Nausicäa ><“) à terra pra lutar contra monstros, robôs e até o Darth Vader!

Tudo, meus caros, com a tal fantasia de coelhinha da Playboy! E, morram de inveja, meninas: sem puchar o fio da meia-calça! xp~

A animação é recheada de referências à cultura Pop, na qual se inclui o universo otaku. Tem tokusatsu, tem Star Wars,  tem Godzila, tem COMICS… Tá tudo lá! O vídeo, que é um tributo a tudo que curtimos, tornou-se por si só, uma referência para muitas produções posteriores.

A própria Gainax utiliza-se do ícone. Em FLCL, quem não lembra da Haruko “surfando” pelos ares em cima de sua Rickenbacker?Qual a roupa que ela tá usando mesmo?

Qualquer coincidência é pura semelhança!

E o que ela grita? “ DAICON V!!!”  *____*

Em The Melancholy of Haruhi Suzumiya, lá estão as orelhinhas e rabinhos novamente:

Mas a homenagem mais próxima à Daicon IV, mesmo com uma coelhinha mais moderninha, sem dúvidas é a abertura em animação da série Densha Otoko:

Homenagem muito merecida, na minha opnião, já que o drama aborda a cultura otaku.

Ranma 1/2

Mas a lista é muito maior, passa por Otaku no vídeo, Tenchi Muyo,Dragon Ball,Ranma 1/2… Fora as que aparecem, saltitando, pelos eventos por aí..

Dragon Ball

O fato é que a Fantasia de Coelhinha é marca registrada da Cultura Otaku.

Code Geass Bunny Girls

Tenchi Muyio

É…

O  pé-de-coelho não faz parte da endumentária, mas pelo visto, todo mundo quer  uma coelhinha dessas por perto!

*Daikon,que dá  nome aos curtas, era também o nome que a Convenção ganhava em suas edições na cidade de Osaka.  O kanji para o “o” em “Osaka” pode ser pronunciado como “dai”(grande), juntando “con” de “convenção” , fica Daicon , ou “grande  convenção”. A palavra forma um trocadilho com Daikon, rabanete branco, em japonês. Daí o formato da nave xp~

Read Full Post »

Venho falar de um anime que me chamou a atenção ultimamente que é high school of the dead, é uma história quase que batida, sobre um mundo apocaliptico com zumbis, mas o jeito que é contado e desenhado é tão inovador que vale a pena ser sitado. Contando um resumo.

A história gira em torno de alguns estudantes de uma escola do ensino médio, que é subitamente atacada por zumbis. Os mesmos fazem de tudo para se salvar, e se dão conta que não apenas sua escola foi atacada, mas que a catastrofe está ocorrendo em todo o Japão. Eles buscam sobreviver e se reúnem com suas famílias, enfrentando os mortos-vivos que estão por toda parte. Ao longo da sua jornada de sobrevivência, os meninos e meninas que formam o grupo descobrem entre si, que existem muitas qualidades que nenhum deles havia explorado antes.

O mangá

começou a ser publicado em 2006 na revista japonesa Dragon Age da Kadokawa Shoten. Os capítulos são mensais, atualmente já possui 5 volumes encadernados que contam com os capítulos 1 a 26…

Cena do mangá

O Anime

O lançamento foi feito pela Madhouse dia 05/07/2010 e já estreiou com o primeiro episódio, entitulado Primavera dos Mortos. A música de abertura será interpretada por Kishida Kyoudan & The Rockets Akeboshi intitulado “HighSchool of the Dead”, e a de encerramento ficou por conta de Kurosaki Maon, intitulado “Kimi to Taiyou ga Shinda Hi”. No final do primeiro episódio, uma das faixas musicais é intencionalmente semelhante a “In a Heartbeat”, do filme O Extermínio (28 Days Later), composta por John Murphy.

Na minha opinião, assistam e leiam, ambos por enquanto são bons.

Read Full Post »

 

Kon’nichiwa,
Que tal lembrarmos algo do passado?

Vamos começar.

ASTRO BOY (Tetsuwan Atom)

A animação no Japão começa em 1916 quando foram feitas as primeiras películas de animação Japonesa com Noburo Ofuji.

Passados 16 anos o anime toma um novo rumo tendo atingido nesta época reconhecimento internacional. Assim encontramos, em 1932, o primeiro anime com som que foi implementado por Kenzo Masaoka com o nome de “Chikara to Onna no yononaka”.

Isso foi por assim dizer o início de tudo o que temos hoje, mas o marco zero para o boom dos animes é unanime entre todos dizer que foi a criação de astro boy.

O primeiro anime de sucesso a surgir seria “Tetsuwan Atom” (mais conhecido por Astro Boy), isto em 1963, tendo sido feitos 193 episódios, o que era raro para a época.

Poucas pessoas devem saber, mas Mega Man é uma homenagem a Astro Boy, seu criador Keiji Inafune já confirmou em várias oportunidades de entrevistas que sua criação é um jeito de homenagear o trabalho de Osamu Tezuka.

A criação é de Osamu Tezuka (1928-1989), Astro Boy era apenas um personagem de mangá em 1951, publicado pela Shonen magazine nas histórias do Captain Atom. Era um personagem secundário que chamou a atenção do público e por esse motivo ganhou seu próprio titulo no ano seguinte, só chegando ao ocidente no ano de 1992 em uma versão revisada pela editora Dark Horse.

Seu criador quis enfatizar em Astro Boy um personagem que tem o objetivo de lutar pela paz, sem vilões específicos ou ao mando de alguém. Apesar de ser uma obra voltada para o público jovem, o mangá possuía os traços suáveis de Tezuka que abusava de modo único de expressões variadas e detalhistas. Com o passar das histórias Astro Boy foi trazendo temas como racismo, egoísmo, amizade, o uso de recursos nobres para fins malignos.

Astro Boy é criação do gênio robótico Dr. Tenma, que preside o Ministério da Ciência. Tobio, o jovem filho do Dr. Tenma, acidentalmente foi morto por um carro robô. A tragédia afetou profundamente o Dr. Tenma, gerando uma obsessão em recriar Tobio a todo custo, usando qualquer recurso que pudesse dispôr. Sua meta era recriar Tobio na forma de um robô-réplica perfeito, que fosse capaz de ter sentimentos e a mente de um ser humano. E para a genialidade dele, essa era uma meta que poderia ser  concretizada, e então ele abraçou esse projeto de corpo, alma, e  principalmente, com sua mente.

E o incansável cientista conseguiu! Astro realmente assumiu o lugar de Tobio na vida do Dr. Tenma, mas algum tempo depois eles se separaram, e Astro se tornou um escravo de um circo robótico, até ser resgatado pelo Dr. Ochanomizu (também conhecido como Dr. Elefun ou Dr. Oshay), cientista que havia assumido o lugar do Dr Tenma no Ministério. Tenma foi deposto do cargo devido suas ações que resultaram na criação de astro, pois nem tudo o que fez foi de maneira legal. Caçado pela polícia, Dr. Tenma desapareceu.

O bom Dr. Ochanomizu reconstruiu o debilitado Astro Boy, e acabou por isso se tornando uma espécie de pai adotivo, já que o Dr. Tenma passou a rejeitar Astro, pois achava que um dia os robôs iam se rebelar contra a humanidade tendo como líder o próprio Astro Boy! Não havia quem não acreditasse que o Dr. Tenma havia sucumbido à loucura.

  

Astro Boy tinha então duas figuras paternas, mas para lhe fazer companhia o Dr. Ochanimizu criou Uran (ou Zoran) para ser a irmã robótica de Astro, e ela teve um papel fundamental em ensinar a Astro sobre os valores familiares, relações humanas e sua responsabilidade com o mundo em que vive. Como o Dr. Ochanimizu não é tão genial quanto o Dr Tenma, Zoran não é tão sofisticada quanto Astro, e ao contrário de seu irmão, ela só tem uma habilidade especial, que é a de poder se comunicar com os animais.

Mais tarde Dr Ochanimizu criou um irmão para os dois, Cobalt, porém o robô se sacrificou para salvar o mundo em uma das suas aventuras com Astro. Outros “parentes” foram criados para servirem de referência familiar para Astro, porém todos falharam, já que Astro Boy era tão único e dotado de “bom coração”, ao contrário dos novos robôs, que não entendiam o mundo da mesma maneira que a sua.

Mas outra criação do Dr. Tenma, Atlas, foi quem mais se aproximou de Astro, e os dois robôs eram quase considerados como verdadeiros “irmãos gêmeos”, sendo que a sofisticação de Atlas era tão superior aos demais robôs quanto Astro, porém Atlas não reconhecia as leis da robótica que faziam Astro ser tão amigável como os humanos, pois o Dr. Tenma criou Atlas para ser o pilar da rebelião dos robôs, sendo realmente o único adversário digno de lutar com Astro Boy no mesmo nível.

 Cronologia básica de Astro Boy:

1951 – O personagem aparece pela primeira vez em mangá no começo da década de 50. Seus olhos expressivos (que lembram os de Bambi, de Walt Disney) e a temática futurista causam impacto. Astro torna-se um ícone. Osamu Tezuka produziu essa primeira série até 1968. Posteriormente, ele produziria mais duas entre 1972 e 1973 e entre 1980 e 1981

1963– Astro estréia em uma série de televisão japonesa em preto e branco. Ele se torna padrão para uma nova forma de animação japonesa, mundialmente conhecida como anime. O desenho estréia nos Estados Unidos no mesmo ano

1982– Uma nova série animada de Astro Boy é produzida, dessa vez em cores e focando mais as atenções nas habilidades robóticas de Astro. A história torna-se mais sombria

2003– O anime ganha uma versão mais atual, produzida pela produtora de Tezuka em parceira com o canal Animax. O visual fica mais moderno e elaborado

2009– Astro Boy ganha um longa-metragem em computação gráfica

Fontes: http://www.portallos.com.br/

                http://pt.wikipedia.org/

Read Full Post »

Preparem-se, pois vem ai nada mais nada menos que 9 mangás diferentes pela JBC.

  • Rosário + Vampire
  • Blue Dragon ST
  • MÄR
  • Neon Genesis Evangelion(!)
  • Fairy Tail
  • Monster Hunter Orage
  • Saber Marionette J
  • Code Geass
  • Buso Renkin

Isso mesmo, a JBC dará continuidade a Evangelion, que era publicado pela Conrad, seguindo a numeração da editora anterior. Essa pode ser uma das melhores notícias do ano em se tratando de quadrinhos japoneses no Brasil, pois pode ser um indício que a JBC tem interesse em títulos descontinuados no país e poderá a vir a trabalhar com outros deles em um  futuro próximo.

Atualmente Evangelion possui 12 volumes encadernados, sendo que a Conrad publicou até a edição 20 – equivalente à edição 10 japonesa.  Logo, a JBC terá pelo menos 4 novas edições para lançar por essas bandas. Talvez fosse melhor relançar o mangá seguindo o volume japones (10 vol.), é esperar e ver o que acontece.

Ainda não se sabe quando cada mangá irá para as bancas, mas deverá ser em breve.

Continue lendo para ter um sinopse de cada mangá.

(mais…)

Read Full Post »

Já tem um bom tempo que o live-action de Beck havia sido anunciado, mas ainda assim deve ter gente por fora, assim como eu estava…
O filme será lançado no dia 4 de setembro no Japão, claro. Abaixo o trailer oficial:

Outro mangá que irá receber adaptação para o cinema é Samurai X,  mas ainda não existe muita informação a respeito, apenas que o Takeru Sato (quem?) interpretará o Kenshin Himura.

Só para mantê-los um pouco mais informados, já existia um forte interesse por uma adaptação de Samurai X, mas os produtores japoneses nunca fizeram devido a limitações tecnologicas da época.
Também exisita um interesse por parte de Hollywood para produção de um longa baseado no mangá, mas Nobuhiro Watsuki (autor de Samurai X) sempre recusou as ofertas dos estúdios americanos, ainda bem, pois não lembro de filmes americanos baseados em mangás que deram muito certo.

Read Full Post »

Older Posts »